Idosa de 76 anos lança livro de poesia após aprender a ler

Uma idosa de 76 anos lança seu primeiro livro de poesia após aprender a ler tardiamente.

Idosa de 76 anos lança livro de poesia após aprender a ler

Foto: Ligia Nassif

Como diz o ditado “antes tarde do que nunca”. E isso seguiu a Maria da Conceição Paulo (ou Pretinha, como gosta de ser chamada).

“Jardim de Rosa-Palavra” é o livro de Dona Maria, moradora do Alto Vera Cruz, na Região Leste de Belo Horizonte, que aprendeu a ler já com seus 51 anos. Mas o aprender tardio não foi motivo para que ela desistisse de um sonho que tinha desde quando era menina: escrever. E neste ano de 2020 ela realiza um outro sonho que foi publicar seu primeiro livro de poesia que será lançado no mês de dezembro.

 

Sobre a poeta de 76 anos e seu livro de poema

Pretinha é bastante ativa, tendo participado de muitos projetos voltados para a terceira idade. Um exemplo é o projeto “Meninas de Sinhá” do qual ela faz parte.

Ela conta que possuía um cadernos onde escrevia seus poemas e que ele chamou a atenção de algumas pessoas que os queriam publicar.

Maria da Conceição Paulo, nascida em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais, conta também que viveu por muitos anos na roça. Por conta disso, ela teve que trabalhar na roça até seus 12 anos.

Já com 12 anos, tendo perdido seu pai e sua mãe, então ela veio para Belo Horizonte.

Desde os 5 anos que ela trabalhava na roça, e já com 7 anos ela levava água, capinava, carregava troncos, etc. A sua infância foi retirada dela, assim como sua família. Quando perdeu seus pais ela passou a viver em casa de família e se aposentou como empregada doméstica.

Com o grupo “Meninas de Sinhá” ela encontrou a oportunidades que tanto procurava. Ela conta a emoção que sentiu quando viajou com o grupo para conhecer a Polônia.

E Pretinha já tem planos para lançar um segundo livro. De acordo com ela, poemas não faltam.

Comentários2

  • lucita

    Por pessoas como dona Pretinha , é que sou incentivada a não desistir de meu objetivo.
    Um pouco tardio, mas não impossível.
    Ter meu livro editado do jeito que eu sonho.
    Deus faz...

  • SANTO VANDINHO

    Paz e Bem ! Parabéns colega Poetisa !

Enviar comentário