Enfermeira já escreveu mais de 200 poesias para pacientes

Num lugar pouco provável tem nascido a inspiração para a poesia. Ali, num hospital, me meio a lutas diárias de pacientes e familiares, médicos e enfermeiros, a baiana, Roziele Oliveira, 27 anos, tem tocado pacientes com seus versos.

Enfermeira já escreveu mais de 200 poesias para pacientes

Roziele trabalha como enfermeira na Santa Casa de São Carlos (234 km de SP). E é ali, em meio a sons de aparelhos, medidores de pressão, paredes frias, balões de oxigênio, que a enfermeira usa a poesia para trazer esperança.

Ao todos, já foram mais de 200 poemas escritos por ela. E isso ao longo de três anos, sendo os pacientes que ficaram aos seus cuidados a sua inspiração. Poemas esses que ele agora reuniu no livro “Poesia no hospital”.

 

Quando tudo começou

Roziele conta que o primeiro poema que escreveu foi para uma mulher que ficou internada, onde o marido da mesma também se emocionou ao escutar os versos. Para a enfermeira e poeta, essa é uma maneira de cuidar dos pacientes profundamente.

Ela ainda ressalta que os versos também ajudam a si mesma, oferecendo cuidado e revigoramento, ressaltando que o que escreve não é da boca para fora.

Quem vai realizar algum tratamento no hospital não espera algo assim. Muitos que já receberam uma poesia da enfermeira contam que isso lhes proporcionou conforto e ajudou também a tirar o medo.

Ela, que também já atendeu pacientes do setor de covid-19, mas agora encontra-se no bloco cirúrgico, conta que o distanciamento social tem proporcionado tristeza, uma vez que agora os sorrisos são encobertos e não há mais os abraços reconfortantes.

E há muitos que admiram a sua dedicação. O seu marido, por exemplo, conta que não conhece pessoa mais dedicada e apaixonada pelo trabalho do que ela.

Ainda, a coordenadora de enfermagem do hospital, Márcia Cristina Bianchini Pedroso, 52, conta que Roziele tem esse jeito de menina feliz, sempre com um sorriso. Márcia ainda conta que além da capacidade técnica como enfermeira, Roziele ainda tem a visão do bem estar.

 

Abaixo um os poemas da poeta e enfermeira Roziele Oliveira:

 

Comentários1

  • Edvan Pereira

    Parabéns, boa iniciativa!

Enviar comentário