Claudia Casagrande

Cidade da Garoa



De ônibus ou de avião

Com algum ou sem um tostão

Em São Paulo teve história

Em São Paulo teve glória

E teve decepção.

 

Num dia houve assalto

Mas em outra ocasião

Ouvi Djavan no palco

Tamanha foi a emoção.

 

Tomei café no Maksoud

Na rodoviária e no mercadão

O último, no Jockey Club

Outros, em pé na multidão.

 

Em São Paulo fui barrada

Não pude ir de avião

Pra viagem tão sonhada

Marrocos foi ficção.

 

No outro dia na sacada

Recebi a solução

Barcelona me esperava

Sem pensar, fiz a inversão.

 

Num dia eu estava arrasada

No outro dia extasiada

Explodindo de emoção

A cidade da garoa

Remete à lembrança boa

Sinto por ela paixão.

 

Comentários7

  • Nelson de Medeiros

    Bom dia poeta!
    Que quadras perfeitas!
    Que descrição espetacular da cidade de São Paulo.

    1 abraço e a minha admiração

    • Claudia Casagrande

      Muito obrigada, meu amigo!
      Esta você já conhece e agradeço demais por ter adquirido meu livro e dado tanta atenção a ele.
      Um grande abraço

    • CORASSIS

      Sampa que também amo!!!
      Me lembrou minha vila Madalena !
      Divino poema , parabéns amiga ,abraço.

      • Claudia Casagrande

        Hoje, minha filha mora na Vila Madalena.
        Adoro São Paulo também.
        Muito obrigada pela gentileza.
        um grande abraço, poeta Corassis

      • Isel

        Boa tarde Poetisa, que bela poesia, adorei!

        • Claudia Casagrande

          Fico feliz que tenha gostado.
          Muito obrigada!
          Boa noite!

          • Isel

            De nada ! 🙂

          • Helio Valim

            Olá, Cláudia.
            Parabéns por este pequeno pedaço de emoção extraído do grande "livrinho": "Café - uma relação extraforte". Quem não leu, eu recomendo, belos poemas (como este) complementam crônicas deliciosas.
            Um grande abraço, minha amiga

            • Claudia Casagrande

              Helio, todas as vezes que você cita meu livro eu não posso deixar de citar a importância que o prefácio tem para mim. Eu tive muita sorte. Obrigada pelo enorme incentivo, meu amigo.
              grande abraço

            • Shmuel

              Lindo, Claudia Casagrande! Viajei e me identifiquei por alguns lugares aqui citado.
              Abraços!

              • Claudia Casagrande

                Conheço São Paulo muito pouco perto de você, do Corassis e de tantos paulistanos, mas amo essa cidade.
                Muito obrigada, caro Shmuel!
                um grande abraço

              • Sergio Neves

                SERGIO NEVES - ...minha amiga...,...os Céus parecem estarem de "conchavo" contigo -"carimbando", nesse exato momento, o que colocaste como título...,...está garoando por aqui, nessa Paulicéia desvairada...,...uma garoa bem fina...,...chata!...ela pode até ser necessária,...mas,...que é chata é! //...agora, quanto ao teu escrito a sua leitura vai na contramão de qualquer dita chatice...,..."antonimamente" agradável é a palavra chave para dizer dessa tua poesia/crônica...,...és "mestra" nessa forma coloquial de versar,...consegues "transportar" o leitor pra dentro do texto...,...taí mais um agrado teu ao meu intelecto... // (PS - ...eu também já tomei cafés no Mercadão, na Rodoviária, no Jockey Club, e outros em pé na multidão...,...agora, no Maksoud não,...e isso eu vou ter que ficar devendo...,...fechou/faliu!) // Meu carinho.

                • Claudia Casagrande

                  Cada comentário seu é um um conto. Adoro todos, analiso suas análises e fico extremamente feliz. Esses dois cafés mais tops, confesso que só tomei uma vez cada um. No Maksoud talvez tenha sido um dos primeiros e no Jockey Club um dos últimos. Entre esses, tomei centenas deles com certeza e todos tiveram um sabor especial.
                  Agradeço de coração toda sua atenção.
                  grande abraço

                • Anny

                  Que lindo poema, mostra uma bela lembrança da cidade de São Paulo, tão descrita em versos e músicas. Gosto dessa garoa, dá uma saudade de velhos tempos. Parabéns pelos versos e por seu livro! Uma feliz noite, muito inspiração!

                  • Claudia Casagrande


                    Fico muito feliz e agradecida por sempre receber sua visita em minha página e também por ter gostado do poema.
                    um grande abraço e uma excelente noite pra você



                  Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.