Cem anos de solidão

Dados

  • Idioma original: Alemão
  • Gênero: Romance
  • Ficha do livro carregada por: Maria Vanda Medeiros de Araujo, no 23 de Maio de 2020
  • Ficha do livro lida: 338 vezes
  • Avaliação: 8.4/10

Usuários que leram este livro:



Comentários5

  • Marçal de Oliveira Huoya
    Editor: Record
    Ano de leitura: 1982
    Idioma: Português
    Avaliação: 7

    Instigante.Angustiante.Um fim inesperado

  • Cecilia
    Idioma: Português
    Avaliação: 9

    Muito bom mesmo. Belo exemplar da literatura latinoamericana

  • Ema Machado
    Editor: Editora Sabiá
    Ano de edição: 1972
    Ano de leitura: 2018
    Idioma: Português
    Páginas: 364
    Avaliação: 7

    Bom, surpreendente.

  • Santa Rosa
    Editor: Livraria José Olympio
    Ano de edição: 1976
    Ano de leitura: 1988
    Idioma: Português
    Avaliação: 10

    Maravilhoso, o primeiro livro do Gabo que li lá nos idos de 1988 e ainda um dos meus preferidos.Reli em 2020

  • EDNA MARIA PESSOA
    Editor: Editora Record
    Ano de leitura: 2013
    Idioma: Português
    Páginas: 364
    Avaliação: 9

    Foi uma leitura cheia de nuances. Passei a leitura procurando o pobre ou a pobre coitada que ia morrer de cem anos de solidão. E perguntando a uma certa pessoa que já tinha lido o livro, quais dos personagens receberia castigo tão cruel. Mas a pessoa não me falou, e continuei a leitura na maior expectativa. Eu fiquei triste, angustiada, e também decepcionada. Cem anos de solidão, me lembrou que casamento entre primos pode trazer sérios problemas, como por exemplo, a formação física e psíquica. Essa leitura me levou a uma busca constante, e a decepção foi não ter descoberto e/ou encontrado o que pensei que encontraria ao final da leitura, o condenado, que na verdade foi a morte de todas as gerações dos personagens. eu costumava dizer para o meu filho, enquanto assistíamos "Game of Thrones", "que o roteirista não tenha lido "Cem anos de solidão", se não ele vai fazer igual ao Garcia Marquez, matar todos os personagens.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.