Sol Guidio, o poeta de 11 anos que sonha em ser escritor

Com apenas 11 anos o pequeno Sol Guidio, filho de artesãos, sonha em ser um escritor. Inclusive, o garoto até já participou da 2ª Feira Literária de Tiradentes (Fliti), onde estiveram seus pais e seus irmãos.

Sol Guidio, o poeta de 11 anos que sonha em ser escritor

O pequeno poeta conta que aprendeu a ler com escritores como Ziraldo, Maurício de Souza e Monteiro Lobato.

 

A oportunidade de participar da Fliti para o pequeno poeta Sol Guidio

Sol conta que participar da Fliti foi a oportunidade de conhecer outras crianças que também amam ler, do mesmo modo que ele. Ele ainda conta que essa experiência o ajudou a escrever mais. O sonho do garoto, que começou a fazer seus primeiros poemas aos 5 anos, é escrever contos de aventura e de moralidade.

Sol Guidio de 11 anos

Quem o ajudou quando o garoto começou a rascunhar seus primeiros poemas foi o seu pai, Jaime. Seu pai havia feito um curso de contador de histórias (curso esse que fora oferecido pela prefeitura).

Jaime conta que Sol não conhece técnicas de escrita, mas tudo é feito por meio da sua intuição.

O que também foi um impulsionador para leitura e escrita na vida do garoto foi a pandemia, qual impôs o isolamento. Devido a isso, Sol Guidio começou a escrever ainda mais, uma porta de escape para o tédio.

A idealizadora e também organizadora da Feira Literária de Tiradentes, Cristina Figueiredo, comenta como é importante que crianças e jovens sejam influenciadas e trilhem o caminho da leitura.

Enviar comentário