O escritor Abdulrazak Gurnah recebe o Prêmio Nobel de Literatura

O escritor Abdulrazak Gurnah recebe o Prêmio Nobel de Literatura em Londres. Na ocasião houve uma breve cerimônia para a premiação, mas o evento oficial acontecerá na Suécia no dia 10 de dezembro, que é o dia do aniversário da morte de Alfred Nobel.

O escritor Abdulrazak Gurnah recebe o Prêmio Nobel de Literatura

Gurnah teve esse reconhecimento devido as suas histórias sobre colonização e imigração. E tal prêmio lhe foi concedido na última segunda-feira, 06 de dezembro, numa cerimônia no Reino Unido, lugar que foi o seu exílio durante 50 anos.

 

Um pouco sobre Abdulrazak Gurnah

O escritor nasceu na ilha de Zanzibar em 1948, ilha que hoje é pertencente à Tanzânia. Gurnah é o quinto escritor africano que ganhou o Nobel de Literatura. Quem ganhou esse prêmio antes dele foi o sul-africano J.M. Coetzee no ano de 2003.

Foi aos 21 anos que Gurnah começou a escrever, que foi quando ele mudou-se para o Reino Unido no final de 1960 com o objetivo de estudos, lá ele conseguiu a nacionalidade britânica.

O escritor tem como idioma nativo o suaíli, porém ele escreve em inglês. Atualmente ele reside no sudeste da Inglaterra, onde foi professor de literatura na Universidade de Kent, hoje aposentado.

Mas a escrita surgiu em sua vida como resultado do exílio, não sendo algo que planejou. E mesmo após uma carreira que dura 35 anos ele mantém firme os seus interesses.

O primeiro livro de romance de Abdulrazak Gurnah foi “Memory of Departure”, publicado no ano de 1987, após esse ele publicou, depois de um ano, o livro intitulado de “Pilgrims Way”. E em 1990 foi a vez da publicação de “Dottie”. E em todas essas obras há um cenário que narra as experiências de imigramtes no Reino Unido naquela época.

Mas foi com o seu quarto livro “Paradise”, publicado em 1994, que Gurnah foi aclamado pela crítica. A obra é ambientada na África Oriental colonial, na época da Primeira Guerra Mundial. Esse livro foi o finalista do Booker Prize britânico.

 

Comentários1

Enviar comentário