Morre o poeta Jucá Santos, presidente da Academia Maceioense de Letras

Morre na terça-feira (15/02), aos 88 anos, o poeta Jucá Santos, presidente da Academia Maceioense de Letras. Ele também foi membro da Academia Alagoana de Letras.

Morre o poeta Jucá Santos, presidente da Academia Maceioense de Letras

Cláudio Antônio Jucá Santos era um literato conhecido como “Príncipe dos poetas” e ele foi presidente da Academia Maceioense de Letras, ocupando também a cadeira de nº 32 na Academia Alagoana de Letras (AAL).

O poeta, segundo relatado pela AAL, encontrava-se internado depois de contrair covid-19 e o seu estado de saúde ter se agravado. Até o momento a causa oficial da morte não foi revelada. E o sepultamento dele acontece hoje (16/02), às 10h, o local é no Campo Santo Parque das Flores, em Maceió.

 

Notas de pesar sobre a morte do poeta Jucá Santos

O presidente da Academia Alagoana de Letras, Alberto Rostand Lanverly, que foi também confrade de Jucá Santos na Academia Maceioense de Letras, lamentou a morte do literato:

Cláudio Antônio Jucá Santos, ou simplesmente Jucá Santos, era ocupante da cadeira 32 a AAL. Além de poeta, ele era um contador de histórias e tinha verdadeiro orgulho do que fazia.

O poeta foi um dos fundadores da Academia Maceioense de Letras, qual fora fundada em 1955, e também era presidente ali. Em 2021 ele recebeu uma homenagem dos confrades com o lançamento de um livro e também na solenidade de aniversário dessa instituição.

Enviar comentário