Morre o jornalista e poeta Fernando Karl

O poeta Fernando Karl, de 60 anos, faleceu na última segunda-feira (16/08). Ele estava internado em Curitiba, Paraná, e teve como causa da morte uma parada cardíaca.

Morre o jornalista e poeta Fernando Karl

Nascido em Joinville, Santa Catarina, ele mudou-se para Curitiba e ali residiu até sua morte. Karl era conhecido como um dos poetas mais expressivos do estado. Muitos artistas lamentaram a sua perda.

Além de poeta, Fernando José Karl também eram roteirista, jornalista e artista visual. São dele as obras “Brisa em Bizâncio” (2002) e “O livro perdido de Baroque Marina” (vencedor do Prêmio Cruz e Sousa 2010 na Categoria Romance). Ele também deixou muitas obras inacabadas.

O poeta foi velado hoje (17/08) na capela 3 municipal Água Verde, em Curitiba, das 7 às 11 horas. Ela deixa dois filhos.

 

Homenagens ao jornalista e poeta Fernando Karl

Muitos artistas prestaram homenagens ao poeta nas redes sociais, deixando mensagens de apoio e descrevendo a importância do seu trabalho.

Alguns descrevem o poeta como generoso, outros como alguém que extraia a poesia da alma, enquanto outros como um dos poetas mais cativos. Amigos, também do meio artísticos, lamentaram a perda dele, deixando textos nas redes sociais, tal como Anisio Garcez.

O poeta, jornalista e escritor Joel Gehlen, que inclusive já trabalhou ao lado de Fernando Karl num jornal em Joinville, descreveu a perda do poeta da seguinte forma:

Já o jornalista Gugue Meneghim conta que se aproximou do poeta Fernando Karl  por conta do livro que esse lançará, o premiado “O livro perdido de Baroque Marina”, o tendo como o seu mentor na poesia.

Enviar comentário