Advogada usa poesia para superar abuso

Hosana Heitz Costa, uma advogada baiana de 28 anos, usou a poesia para superar os efeitos do abuso.

Advogada usa poesia para superar abuso

Heitz passou por alguns relacionamentos abusivos, mas foi na poesia onde encontrou as palavras que a ajudaram a se expressar novamente.

Mas não foi apenas isso: com a poesia ela viu um novo mundo se abrir diante de si, ultrapassando as dificuldades e conseguindo até mesmo publicar o seu primeiro livro de poemas.

A advogada criou também uma mentoria exclusiva para novas escritoras. Na mentoria as mulheres recebem todo o suporte para iniciarem no mundo da escrita, havendo exercícios e atividades voltadas para estimular a criatividade.

Por meio da mentoria a advogada e escritora introduz mulheres para a escrita, mostrando como ela pode ajudar na ansiedade, depressão e a vencer os traumas dos relacionamentos abusivos.

Assim, através das palavras essas mulheres podem ser expressar de forma livre.

 

Sobre a escritora e advogada Hosana Heitz Costa

Nascida em Itamajaru, localizada a 467 km de Salvador, na Bahia, Hosana Heitz Costa mudou-se recém-nascida com sua família para Teófilo Otoni, em Minas Gerais, e depois para Teixeira de Freitas, na Bahia.

Mas quando completou 17 anos ela saiu da casa dos pais e foi morar em Itabuna, na Bahia, onde ficou até seus 25 anos. Ela fez faculdade (é formada em direito pela Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus) e casou-se, tendo hoje uma filha de 8 anos.

Ela então muda-se para Salvador e tempos depois vai com sua filha para o Macapá (AP), no ano de 2020. E foi ali que o seu livro começou a tomar forma.

E foi ainda na infância que a literatura passou a integrar sua vida. Ela conta que sempre gostou de ler e vivia na biblioteca da escola. Alguns dos livros que ela leu foram “Bisa Bia Bisa Bel” de Ana Maria Machado e também “A hora da estrela” de Clarice Lispector.

Apesar de ser formada em direito e atuar com psicologia do direito e como direito penal e criminal, Heitz confessa como a arte lhe envolveu:

 

Sobre as relações abusivas e como a escrita lhe ajudou

Ela viveu duas relações abusivas, mas a toxicidade só foi percebida no momento em que a relação terminara.

Hoje, felizmente, a advogada e escritora entende o que faz e o que não faz bem uma relação.

E no seu livro ela expõe mais sobre isso:

Comentários1

  • SANTO VANDINHO

    "A poesia alivia e é um desabafo para Si e para Outrem" Paz e Bem poetisa ! Beijusssssssss

Enviar comentário