27 estrofes: poema de juiz para sentença de usucapião

Juiz de Palmas, em Minas Gerais, faz poema com 27 estrofes rimadas para sentença de usucapião.

27 estrofes: poema de juiz para sentença de usucapião

Que a poesia está presente em diferentes ambientes, isso muitas pessoas reconhecem. Ela faz parte da vida de muitas pessoas, sendo tão natural como respirar.

Porém, algo inusitado aconteceu (e tem surpreendido a muitos): um juiz de Minas Gerais, estado do Brasil, apresentou uma sentença usando um poema com 27 versos e que foi escrito pelo próprio magistrado.

Nesses 27 versos ele fez o resumo do caso e proferiu a sentença, ainda relembrando um pouco da história da cidade. O magistrado usou toda a sua sensibilidade para elaborar cada verso rimado, veja um trecho do poema do juiz:

Antes da análise do mérito o juiz ainda relembrou sobre a história do município, onde no poema diz o seguinte:

 

 

E assim, no mérito, o magistrado conclui, por meio do poema, que se comprovou a posse e o tempo que é exigido, sendo a ação julgada como procedente.

Além disso, ele concluiu o poema com a sentença nas seguintes palavras:

Comentários2

  • SANTO VANDINHO

    rsrsrsrsrs Poesia é Infinita, não tendo final o seu uso ! rsrsrsrsrsr paz e bem

  • Pedro Trajano de Araujo

    Viva toda forma de poesia

Enviar comentário