Ernane Bernardo

Quando Soprarem os Ventos (versão 2)

Quando Soprarem os Ventos (versão 2)

 

Quando soprarem os ventos 

Nos montes orquidários 

Soprem a delicadeza do bálsamo 

da “Cattleya” teu aroma “Chocolate Drop”! 

Perfumando a essência do amor. 

Tocar nos lábios o sabor do mel! 

Deita-te na relva verdejante 

Minhas mãos te fazem delinear! 

Tuas curvas o desejo da paixão 

Sem limitar o anseio do coração.

 

Quando soprarem os ventos

Redige a outrem teus sentimentos

Reavivar o amor natural

Na delicadeza o desabrochar da rosa 

Sentindo teu corpo nu. 

Atravessando o véu da cascata 

Acalmaria meu coração diante de ti!

Me faz envolver outra vez na ânsia 

Esse desejo da libido de amar

Faz galanteio ao coração que ama.

 

Quando soprarem os ventos 

Deixa-te ir ao encontro do arpoador 

Quero colher… quero te dar a mais bela flor! 

E nessa intensidade findar, 

A solidez do nosso amor.

Na aurora o toque final 

Te levo nos braços até as margens do mar 

Nos (arrecifes) sentaremos. 

Deixando envolver-nos o véu das ondas 

E juntos sentiremos as belezas do mar!

 

_ Ernane Bernardo

  • Autor: Ernane Bernardo (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 13 de Junho de 2020 20:21
  • Categoria: Natureza
  • Visualizações:

Comentários7

  • Eduardo Vieira

    Forte e intenso, ao mesmo tempo acolhedor e sensível:

    Quando soprarem os ventos
    "Deixa-te ir ao encontro do arpoador!
    Quero colher… quero te dar a mais bela flor.
    E nessa intensidade findar,
    a solidez do nosso amor."

    Perfeito Poeta!

    • Ernane Bernardo

      Grato poeta Eduardo, pelas palavras que me toca. Que a poesia seja sempre acolhedora e sensível!

      Abraço!

    • Adriele Bernardi

      Quanta sensibilidade ao escrever... tão revelador, ao passo que é sutil... Extraordinário Ernane!! 🙂

      • Ernane Bernardo

        Poetisa Adriele Bernardi, que honra suas palavras me envaidece ainda mais! Grato pelo seu comentário!

        Abraços!

      • Hébron

        Mais uma bela poesia, Ernane!
        Uma riqueza poética!
        Grande abraço

        • Ernane Bernardo

          Que honra poeta Hebron, seus comentários me engrandece e meu humilde poema!

          Abraços amigo!

        • Nelson de Medeiros

          Teus versos, amigo poeta, são lindos e bem construídos. Passam com facilidade a mensagem que o poeta quis.

          1 ab

          • Ernane Bernardo

            Gratidão poeta Nelson de Medeiros, seus comentários sempre uma honra!
            Abraços!

          • Shmuel

            Que poema lindo. De uma paixão intensa e a poesia lacra de forma magistral tal sentimento.
            Abraços,

            • Ernane Bernardo

              Boa noite poeta Shimul, gratidão por comentar, ótima madrugada e um forte abraço.

            • @(ND)

              Intenso , poeta, Ernane... Gratidão pela partilha...

              • Ernane Bernardo

                Gratidão poetisa Neiva Dirceu, grato por sua visita é comentário. Abraço poético. Boa noite.

              • Ema Machado

                Lindamente escrito, apaixonante! Parabéns!

                • Ernane Bernardo

                  Boa noite poetisa Ema Machado, grato pela visita e pelo elogio. Abraços poéticos.



                Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.