Isel

Vovô Rubem

 

Sorridente e cantante,

Meu avô foi na minha infância,

Sendo um amor a todo instante.

Consigo sentir o cheiro de sua fragrância.

 

Tantos momentos passei ao lado dele,

Contando piadas,

Muita alegria emanava nele,

Ainda posso ouvir o som de sua risada.

 

Mas infelizmente você partiu,

Nem me deu oportunidade de me despedir,

Mas sei que está feliz no céu anil.

E sua voz ainda posso ouvir!

 

Sinto sua falta vovô,

Queria tanto que estivesse aqui,

Eu te contaria tantas coisas.

Umas ruins, outras boas.

 

Te amo, um dia nos reencontraremos.

 

Comentários4

  • (Neiva Dirceu)

    Linda declaração de amor Isel, poetizar o amor por algém é fazê-lo eterno em nós. Abraços! Linda poesia!

    • Isel

      Com certeza. Obrigado pela leitura. 🙂

    • Anny

      Bela homenagem a seu avô. Quanta saudade dos nossos avós, sempre lembro como um pai também!. Feliz noite, muita inspiração!!

      • Isel

        Obrigado poetisa. Tem razão. Boa noite!

      • Junior

        Que linda homenagem, inspiradora. Boa noite estimado poeta.

        • Isel

          Obrigado caro poeta. Boa noite.

        • Claudia Casagrande

          Linda homenagem!
          Linda poesia!
          grande abraço

          • Isel

            Obrigado querida poetisa.



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.