Ema Machado

Deixando passos na areia...



Deixando passos na areia...

 

Quando pequeno

Ansiava ser grande

Queria ir além, do que via no horizonte

O verde era farto, sol reluzente

Via, flores nos pastos

Animais se alimentavam contentes

E eu ali, apenas mais um ser carente…

Hoje, que posso ir além

Do que pensei 

Colho muito, além do que plantei

Subo a serra, olhar arrefece vazio

Tudo tem dono

Concretaram o horizonte que aprecio

Agradeço, o alimento é farto

Já que para tantos, farta é a fome…

Minha vontade de ir, ganhou asas, foi-se

Como o olhar infante e doce…

Ainda carrego anseios, porém, sem nome

Sonho com pássaros

Árvores, não muito longe

A vida caminha apressada, vejo

Gradativamente perco a pressa

Sinto diminuírem os passos

A beira da praia, observo o mar

O vai e vem das ondas vicia

Vou deixando os passos na areia…

26/11/21

Ema Machado

Direitos reservados

 

Comentários7

  • Isel

    O tempo está veloz, lembro-me bem dos meus tempos no sítio.
    Tempo que não volta mais.
    Excelente obra. Parabéns!

    • Ema Machado

      Grata! Grande abraço,

    • Maria dorta

      A passagem do tempo,nossas insatisfações,interrogações existenciais...assim a vida vai passando e nos levando com ela. Aplausos,Ema!

      • Ema Machado

        Obrigada, querida amiga! Sempre um prazer receber seu comentário. Abraços,

      • Anny

        Essa sensação de que não temos mais a natureza de nossa infância, a devastação, a modernidade, trouxe seus benefícios e também malefícios. Essa balança vai pesar e talvez leve a humanidade a extinção. Bonita reflexão! Um feliz dia para você, cheio de inspiração!

        • Ema Machado

          Obrigada, por seu comentário e apreciação. Abraço,

        • Shmuel

          Lindo! Hoje realmente, cara Emarileine, tudo tem dono e a vida caminha apressada.
          Parabéns belo poema!

        • Rosa Desirré

          Que poema gostoso de ler
          Parabéns gostei muito.

          • Ema Machado

            Gratidão, poetisa! Grande abraço,

          • LEIDE FREITAS

            A vida é tão corrida. Ter paz é necessário.
            Excelente poema. Boa noite!

            • Ema Machado

              Gratidão, grande Leide! Abraços,

            • NeivaDirceu

              Lindos versos, Poeta Ema, caminhando nesse poetar, sentindo a areia em meus pés e vislubranco o crepúsculo... Obrigada pela Paartilha! òtima semana!

              • Ema Machado

                Obrigada, querida amiga! Abraços,



              Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.