LEIDE FREITAS

LEMBRANÇAS

Era uma tarde calma

Como tantas já vividas

Soprava a brisa fresca

E deixava fresca a vida.

 

Deitada na rede branca

No alpendre se embalando

O céu claro e limpo olhando

Era uma tarde bem-vinda.

 

A comida na panela

E a água na quartinha.

A galinha a cabidela

E sobremesa nem tinha.

 

As tardes da minha infância

Eram bem aproveitadas

Não tinha preocupações

Era brincar e mais nada.

Comentários5

  • Shmuel

    Uma infância bem vivida! Tinhamos pouco, mas éramos felizes com certeza.

    Abraços!

    • LEIDE FREITAS

      Obrigada por teu olhar. Até breve!

    • Elfrans Silva

      Aí a gente pergunta: por quê, meu Deus, temos que crescer? rsrs

      "Uma simples refeição,
      uma casa modesta...
      Tudo estava muito bom
      E a gente fazia festa"
      (Elfrans Silva)

      Abraços fraternos querida amiga

      • LEIDE FREITAS

        Obrigada! Excelente Tarde.

      • Ema Machado

        Terno saudosismo... Belo! Abraços,

        • LEIDE FREITAS

          Fiquei assim após a morte dos meus pais.
          Obrigada por teu olhar. Boa tarde!

        • CORASSIS

          Quem não teve lembranças , não teve verdadeira vida !
          Lindo!!!! parabéns , abraço.

          • LEIDE FREITAS

            Concordo plenamente! Boa tarde! ??

          • Anny

            Uma rede para balançar, quem não gostou na infância. Muita saudades daquele tempo. Um bom descanso!

            • LEIDE FREITAS

              Você é muito gentil. Obrigada! Boa tarde!?



            Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.