Sob encantos

Shmuel

Moça de agradável cicio 
Dizei-me, se cantas por sortilégio,
Ou se cumpre o seu ofício,
Eu que não me aparto do vício,
Por fraqueza me prendo em seu visgo,
Em sua boca inocente repousa o perigo,
Seus seios, fartos mirantes
Faróis para os amantes.


Expremei entre suas pernas,
Este pobre explorador de caverna
Devora os meus sonhos  porvires,
Ficarei passivo na volúpia              dos teus sentires,
Emaga em sua cauda, as minhas esperanças,
Não esboçarei reação,
Sou frágil feito criança
Embala-me nesta canção.


Que fim fútil!  Escassa é minha sorte!
No ato de fecundar a vida, abraço a própria morte.

  • Autor: Shmuel (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 14 de maio de 2021 02:18
  • Comentário do autor sobre o poema: Um passeio na cultura greco- romano. Com referência ao mito de Lâmia, metade mulher, metade serpente.
  • Categoria: Surrealista
  • Visualizações: 38

Comentários10

  • CORASSIS

    Bom dia amigo, meu poeta e mestre
    Belo ! parabéns,
    abraço.

  • Shmuel

    Grande, Corassis, estava lendo sobre este mito, e resolvi tentar um escrito. Tenho uma sobrinha que seja Lâmia e também é poeta.
    Abraços

  • @(ND)

    Eita, a imagem é assustadora, mas a poesia comunica, parabéns poeta!

    • Shmuel

      Também não gostei. Vou achar outra.

      • Shmuel

        NeivaDirceu, troquei a imagem. Dê uma conferida.

      • dishayx2 comentários mais

      • Gosth Writer

        Poema simplesmente esplêndido e revigorante! "No ato de fecundar a vida
        Abraço a própria morte." Parabéns caro poeta! Abraços

        • Shmuel

          Que comentário positivo. Faz-me continuar nos meus rompantes poeticos.
          Forte abraço, Gosth Writer!

        • Ernane Bernardo

          Lindo poema surreal, bravo poeta Shimul, bom dia, ótimo sábado.

          • Shmuel

            Sim, fiz uma rápida incursão no mito de Lâmia. E surgiu este poema. Bom que apreciou!
            Feliz sábado para você!

          • Nelson de Medeiros

            Bom dia poeta.

            Excelente o teu poema. Cinco estrelas.

            1 ab

          • Shmuel

            Obrigado, Nelson!

          • Edla Marinho

            Poeta Shimul, fiquei encantada com seu poema. E devo dizer que, por não conhecer nada, nada mesmo dessa cultura, fico grata por me trazer essa informação sobre esse personagem, tanto nas linhas do poema como na explicação do mesmo.
            Muito obrigada!
            Meu abraço!

          • Shmuel

            Grato pelo comentário, sonetista e poeta amiga colibri.
            ???

          • Jose Fernando Pinto

            Amigo Shmuel, texto delicioso de ler, parabéns, grande abraço!



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.