Edla Marinho

CONFIAR


As coisas são como são
Não vão mudar de lugar
Mesmo se teu coração
Só conjuga o verbo amar

Da vida não levo nada
Nem o bem que sempre fiz
Nem palavra mal falada
É um ditado que me diz

Tendo em essência a nobreza
Em tudo vendo beleza
Em confiar me excedia

Mas não vou mais me importar
Com flores que eu encontrar
Nas rimas de poesias

 

Edla Marinho 

02/09/2020 

  • Autor: Edla Marinho (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 13 de Fevereiro de 2021 20:15
  • Comentário do autor sobre o poema: Ter o coração aberto, ser espontâneo e confiar... Há que se ter limite...
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 32

Comentários8

  • @(ND)

    Ótima leitura poética, Poeta Edla, gratidão pela partilha... Que a te venha muitas inspirações... Assim transbordando de amor...

    • Edla Marinho

      Grata, amiga Neiva, por seu carinho na leitura e comentário!
      Deus lhe proteja sempre, boa noite de merecido descanso e feliz domingo!

    • Hébron

      Lindo soneto, poetisa!
      Abraço, Edla

      • Edla Marinho

        Poeta Hébron, vou me aventurando nesse estilo que é minha paixão. Essa é a razão de, tantas vezes, sem perceber, contar as sílabas.
        Grata por sua apreciação. Feliz domingo, meu abraço!

      • Maria dorta

        Belo soneto,com boas rimas e muita inspiração. Aplausos!

        • Edla Marinho

          A gente vai tentando expressar...
          Obrigada, querida, meu abraço!

        • CORASSIS

          "Da vida não levo nada
          Nem o bem que sempre fiz"

          profundo é verdadeiro!
          belo soneto mestra !
          parabéns ,abraço.

          • Edla Marinho

            Pois é mesmo uma verdade, tudo fica...
            Grande abraço, Corassis!

          • Eras

            Belo soneto, poeta.
            Que continue a encontrar flores nos seus versos.

          • Cecilia

            muito lindo, Edla" Abraço

            • Edla Marinho

              Obrigada, amiga Cecília.
              Meu abraço!

            • Jose Fernando Pinto

              Maravilhoso Edla, parabéns!

              • Edla Marinho

                Muito obrigada, José Fernando, meu abraço!

              • Shmuel

                Em cada lida encontro textos sutis e graciosos. Me encanta a forma que trabalha com as palavras.
                Grande poeta das Gerais.



              Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.