Menino e a Lua

Carros, Corridas, Paixão



O cheiro de combustivel,

partida foi dada ,
superar o impossivel ,
alinha na largada.

Arrepia a alma,
sobe o giro do motor.
biela empurra o pistão,
do vento ja sinto o sabor.

Embaralha aquela lenta,
lagrima no olho,
do original ao tunado
turbo ou aspirado....

Do pinheirinho ao farol
espero o verde ansioso
Do 6 cilindros ao V8
até do 4 em linha fui orgulhoso.

Adrenalina amiga minha,
Saudade tenho!
Sem rodas porem receio...
de te ver na chegada linha!

meu popular me acanha
O de corrida meu coração ganha
Velocidade me espera,
Mais rapido, mais rapido, quem me dera!

Se for corrida, que seja na pista....

 

Comentários3

  • Claudio Reis

    Menino e a lua,

    Uma paixão, um risco, uma emoção
    Um carro na pista, uma competição
    Pisar bem fundo, correr, ser campeão.
    Uma vida rápida, maravilhosa sensação.

    Parabéns pelo poema em versos livre...Uma bela alusão à nós automobilistas....Sobe o giro.

    • Menino e a Lua

      Gostei do Verso Poeta, escreveu bem nossa realidade.

      Obrigado! Sobe o giro e olho no verde!

    • Maria dorta

      Menino,você é demais! Não promete vai lá,corre rápido e faz!

      • Menino e a Lua

        Obrigado Poetisa ! é emocionante , gosto tanto quanto amar a Lua eu diria rs

      • Claudia Casagrande

        Muito bom mesmo!
        Maravilha!
        grande abraço

        • Menino e a Lua

          Obrigado Poetisa! Outro abraco



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.