Nelson de Medeiros

DEUS ME LIVRE

DEUS ME LIVRE...
 
Somos e seremos consciência
Do nosso presente e nosso passado...!
Livre arbítrio que sempre nos foi dado,
Como guia e mentor da existência;
 
Liberdade que traz em sua essência
Todo  bem que conosco foi criado...!
O mal  é passageiro e inventado
A talante de nossa imprevidência;
 
Assim, não quero nunca nesta vida
Ser covarde, a maldade dar guarida,
Caminhar por  estradas em declive!
 
Por isso é que me digo a todo instante:
Fazer mal a qualquer do semelhante?
Lesar a consciência? Deus me livre!

Nelson de Medeiros

 

Comentários5

  • Marcos Valerio de Souza

    Achei formidável seu soneto!
    Parabéns ao inspirado Poeta.
    Que continue sempre assim.
    abs

    • Nelson de Medeiros

      Bom dia, poeta.
      Obrigado pela atenção.

      1 ab

    • Maria dorta

      Que falta faz aqui quando não nos alimenta com tá o belos poemas,embelezando- nos e inspirando como só você faz!

      • Nelson de Medeiros

        Obrigado, poeta, pelo incentivo de sempre.

        1 ab

      • lucita

        Lição de maestria em bem viver, conviver, e tantos "viveres" mais...
        Agradeço a partilha!

      • Ernane Bernardo

        Um belo soneto, parabéns poeta Nelson de Medeiros. Forte abraço.

      • Lilian Fátima

        A consciência dita formas de agir, e um ato incoerente ou inconsequente pode macular vidas. Felicitações



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.