Edla Marinho

" sine cera"

Vivendo à sombra de mim
Olho o vulto do que sou
Nessas rimas de cetim
Onde a essência desbotou

Sei que já não fica bem
Ficar detrás da verdade
Se do certo sou refém
Isso leva - me à vontade

De meu coração abrir
Parar de tanto fingir
A porta abrir do meu eu

" Sine cera."...ser sincera
Voltar a ser o que eu era
Mas o medo me emudeceu

Comentários5

  • Marcos Valerio de Souza

    Lindo "toda vida" esse soneto. Conteúdo perfeito e de elegância impar! Que continue encantando os amantes da boa poesia. Parabéns!
    PS: fiquei tentado a ler na última linha "Mas o medo me emudeceu". São as rimas da vida...rsrs

    • Edla Marinho

      Muito obrigada pela leitura e apreciação aos meus versos.
      Obrigada, também, pela preciosa dica.
      Pode ler de novo ,rsrs
      Um abraço

    • Carlos Hades

      Gostei, parece um auto-retrato de um coração "sine cera".
      O fim abrupto é genial

      • Edla Marinho

        Olá, boa tarde.
        Muito obrigada por ter lido e comentado, tão gentilmente.
        Um abraço

      • Nelson de Medeiros

        Boa noite, poeta;
        Teu soneto, de tom autobiográfico, e de rimas ricas, traz cravado as marcas indeleveis do estlo da sonetista.
        Ser sincero é sempre o melhor.
        1 ab

        • Edla Marinho

          Muito obrigada poeta, pelo incentivo tão importante para quem, como eu, deseja aprender a escrever poesia.
          Sinceridade é sempre a melhor parte, ainda que haja alguma fantasia, não é?

        • Maria Lucia

          A autora, e o "eu" poético, contrastando e encantando. Não se sabe onde um começa e o outro termina. Fantástico, Marina flor !!

          Parabéns, a cada,dia melhor!!
          Beijinhos

        • Valdeci Malheiros de castro

          Belíssimo. Com toda sinceridade
          Abraços.

          • Edla Marinho

            Muito obrigado pela consideração ao meu poema. Um abraço



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.