CORASSIS

Estágio



Parece uma sina
mas os dedos das mãos
elucidam todo evento  :
gradativos estágios
graus amigos

Quem sou eu para  julgar
qualquer propriedade evolutiva
se somos todos reis
na cadeia construtiva

Mas,
almejo um pouco de  amor .
na  elucidação desta dor
mas  quem disse
que não podemos ser felizes
amar, são luzes que não  se apagam na dor punitiva

Mas vou matar meu maquiavélico rei
e deixar desta cadeia - alimentar

De antemão  quero deixar explícito
meu pronunciamento
com palavras diminutas que
amar e revirar as estrelas  com dedos de pelúcia

Amar é renunciar o meu eu
é  viver seu  maior desafio: viajar
em trem bala pelo universo de 
Deus
e  fazer pelo amor todo sacrifício,
realizar .

 


 
  • Autor: CORASSIS (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 4 de Dezembro de 2023 09:32
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 11

Comentários3

  • Maria dorta

    Quanto altruísmo,amigo! Ou pura resignação?

  • @(ND)

    Gostei de ler-te poeta, top... boa noite!

  • Mariany A.N Dutra (Melancolia 2)

    "Mas,
    almejo um pouco de amor .
    na elucidação desta dor
    mas quem disse
    que não podemos ser felizes
    amar, são luzes que não se apagam na dor punitiva" (Corassis)

    Meu amigo e poeta Corassis, como é bom ler suas poesias, sempre profundo nas palavras.. uma riqueza de escrito! Parabéns!!

    "Amar é renunciar o meu eu
    é viver seu maior desafio: viajar
    em trem bala pelo universo de
    Deus
    e fazer pelo amor todo sacrifício,
    realizar ." (Corassis)

    Linda do início ao fim! Arrasou amigo! Tenha um excelente dia!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.