KeySch

Mal Sabes!



Desconheces os trejeitos;

Os ecos estridentes, que resoas;

 -Libertinas e eufóricas, risadas. 

Noites e insônias sem fim;

-Flutuando em derradeiras, ilustres e belas Bebedeiras.

 

Não conheces, os infortúnios, fortúitos.

Quão maravilhosos e vibrantes, emanas o ser; 

-O verde cintilando, o esbugalhado olhar.

 

És a Dona.

Dos mais complexos, eloquentes, tiques e expressões;

-Espontâneas, árduas e gélidas.

Acaloradas e singelas, marcas, Cravadas n'alma.

 

Pode-se saber, até muito.

Mas, deste muito, Mal sabes; 

-Tão pouco, 

que é,

Quase nada!

  

 

 

 

-Um pequeno rascunho.

Karen Schneider.

30/12/2018.

 

Comentários8

  • Isabela Fenix

    Muito bom. Parabéns!

    • KeySch

      Agradeço de imenso, fico muito feliz por saber que gostou! Abraço!

    • Nelson de Medeiros

      Um poema enigmático, sem dúvida.
      1 ab

      • KeySch

        Este sim remete a outra parte de minha vida! Abraço

      • Clara Reis

        Eu adorei, muito intenso.

        • KeySch

          Que maravilhoso fico muito feliz por ter gostado, obrigada de coração!

        • mundi87

          Acho que não ia gostar de ser o alvo da sua poesia, apesar de estar muito bem escrita. Parabéns.

          • KeySch

            Pode parecer egocentrismo, mas, o alvo sou eu mesma!
            Talvez faça sentido para outras pessoas também.
            Mas o escrevi para lembrar a mim mesma de quem sou,
            e tudo o que tenho a aprender, não apenas sobre mim,
            mas também sobre, e com, o mundo!
            E muito obrigada por ler, fico de imenso feliz,
            e obrigada pelas palavras , e por me parabenizar.
            Um grande abraço!(de longe em tempos de corona vírus, brincadeira.)

          • Gislaine Oliveira

            Se conheces hein! Amei pelo tema, amei pela forma e amei pelo conteúdo. Parabéns.

            • KeySch

              Obrigada fico muito feliz por ter gostado significa muito pra mim!
              Abraços!

            • A Queda

              Um poema bem enigmatico que faz o leitor pensar sobre varias coisas.

              • KeySch

                Sempre bom acrescentar algo a si pensar!

              • Edla Marinho

                Boa noite Karen. Primeiro, obrigada por ter escolhido um poema meu como favorito.
                Sobre suas linhas, devo dizer que fiquei a pensar...
                Um poema cheio de indagações... Como disse o poeta acima enigmático
                Um abraço.

                • KeySch

                  Eu amei o seu poema!
                  E obrigada pelas palavras, sempre bom instigar o pensar!
                  Abraços!

                • Vinicius Paiva

                  Eu amei! Muito forte, muito intenso. É uma reflexão?

                  • KeySch

                    Nao necessariamente uma reflexão, e uma descrição de uma parte minha, mas que instiga o auto conhecimento, como duas poetas colocaram a cima, é um tanto enigmático, logo faz com que se reflita.
                    E obrigada por ter gostado fico muito feliz, e obrigada pelas palavras!
                    Abraços



                  Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.