Adriele Bernardi

O Sol nasce para todos


Aviso de ausência de Adriele Bernardi
NO

O Sol nasce para todos

Ser alguém, não mais um ponto, agora fez-se vida
Em nome de quem rega a semente da existência estendida
Muito mais do que um dia, maior do que o universo
Não cabe, nem arredia, quem diria em um verso.

Os que se acovardam, os que temem a igualdade,
Trabalhando a favor do ego, ditando superioridade
Mas o que importa é o ponto nascido, é quem somos
Seres humanos, de alma em fogo, sem miséria, nem tronos.

Não há gênero, não há cor, não há rótulos ao vivente
Pois só por existir carrega cada direito vibrando, latente.
Somente há uma tela em branco, voltando ao ponto
Dispensando distinções de um e outro, ao encontro.

Somos células de um mesmo corpo, tudo se liga
Mesmo sem aceitar, voltamo-nos ao outro, uma só vida.
Cada um é uma projeção de um todo maior, o macro puro
Somos fractais do outro, apenas um tijolo de um muro.

Sou você e você sou eu, somos iguais e sem distinção
Se lhe ferir a mim irei matar, integro-me em seu coração.
O Sol nasce para todos e todos são o mesmo genoma
O genoma humano, da liberdade, sem rotulações da soma.

#blacklivesmatter
#justiceforgeorgefloyd
#vidasnegrasimportam

Comentários10

  • Nelson de Medeiros

    Certeirros versos para este momento conturbado e caótico do planeta.

    Muito bem lembrado.

    1 ab

  • CORASSIS

    Aplausos !!!

  • Hébron

    Adriele, bonito e importante poesia.
    Sua mensagem é urgente.
    Abraço

    • Adriele Bernardi

      Agradeço imensamente Hébron!! Muita gentileza sua 🙂

    • Daniel B. Souza Lindasformasdeamar

      Muito bom Adriele Bernardi, adoro a sonoridade de versos bem empregados, sem falar da reflexão que você me fez ter!!! Parabéns!!!

      • Adriele Bernardi

        Muito obrigada Dan! Uma honra ler isso 🙂

      • Eduardo Vieira

        Como sempre, sua poesia mistura ousadia, sensibilidade, é moderna e muito acolhedora. Parabéns poetisa.

        • Adriele Bernardi

          Gratidão pelo comentário!! Que prazer saber que leu e apreciou. Tudo de bom e muita luz 🙂

        • Lú Galvão

          Perfeito!

        • Levy

          Adorei o poema, mas principalmente sobre o ponto de estarmos todos conectados e a fractalidade (se é que essa palavra existe) do universo.
          Ótimo trabalho como sempre, escrita extraordinária e muito necessária.

          • Adriele Bernardi

            Muitíssimo obrigada Levy 🙂 Tenha um bom dia 🙂

          • Joaquim Gomes Alves

            Resplendor, assim eu defino esta poesia,é como o sol sol que nos cobre com seu brilho, sem nada nos pedir em troca: Parabéns!

          • M. X. Wells

            1 ano se passou...

          • Paulo Roberto S. Lira

            Parabéns minha querida????
            Poesia fabulosa...



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.