PoeTais

Ode ao amor

Se um dia tu se lembra do amor
Que seja memorável, que seja lembrança boa 
Lembra te dos risos que vinham depois do choro
Do abraço depois da distância 

Se recorde diariamente desse afeto tão forte 
Que chamamos de "meu", mas sempre foi nosso
Pois ele transformou o "eu" em "nós"
É o inteiro em apenas metade

Por que o amor é enxugar a lágrima de outro rosto
É aperta as mãos que estavam vazias 
É doar aquilo que não foi te dado por ninguém 
Por que o resultado de amar, não muda a causa do amor

Como é inevitável amar, como é instável o amor
Por isso, dê todo o amor que se tem agora 
Pois não se tem restos de amor, por que tudo foi usado 
Mas há falta de amor, pois ainda há muitos que não foram amados

Comentários2

  • CORASSIS

    Poetisa realmente você mostrou a receita do amor !
    E ensinou poeticamente que devemos estar dispostos a sempre amar
    Parabéns , abraços .

    • PoeTais

      Fico feliz por ter entendido a essência do poema!

    • Lilian Fátima

      O amor ganhou mais tom e cor a cada linha aqui traçada. Saudações e meu abraço

      • PoeTais

        Obrigada!



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.