Ernane Bernardo

Tecendo o Amor 

Tecendo o Amor 

/Ernane Bernardo/



Teu corpo é caliente 

Quando em chamas, estar o amor 

Aquece-me a alma 

Prendo-me no desejo da pele nua 

Vejo sua pele molhada 

Refrescando a alma 

Se sente desnuda e desejada 

Da boca, o beijo quente 

Estando os dois frente a frente! 

Olhos nos olhos 

Desejos em chamas 

Gotas de suor salinas 

Dos beijos molhados 

Desliza o pescoço 

Num toque fatal 

Deslizando teu corpo sensual! 

Inspiração é o amor 

Inspirado é o poeta 

Vem tecendo em versos 

Em linhas curvas imaginárias… 

Quando os opostos se atraem 

Os corpos se manifestam... 

Deslizando as mãos 

Delineando o progresso 

Seguindo as curvas do universo… 

Tecendo o amor 

Deslancha nos beijos, 

Nos beijos molhados de amor.

Comentários7

  • Cecil

    Lindos versos! Parabéns poeta!

  • Shmuel

    Excelente! Uma poesia tecida com muita inspiração.
    Bom dia poeta colibri.

  • Maria dorta

    Poema molhado de sensualidade. Bela inspiração,Ernane. Fiquei imaginando a cena. Chapéu!

  • CORASSIS

    Belo , parabéns amigo Ernane .
    Abraço.

  • Anny

    Parabéns pelo bela poesia!

  • Edla Marinho

    Poema lindo, sensual e romântico!
    Teceste lindos versos na pele de sua musa, muito bonito.
    Feliz tarde, abraços!

  • Rosa Desirré

    Bonitos versos para o amor.
    Parabéns Ernane



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.