Vinicius Paiva

Delírio de um Boêmio

Cantei em francês

Como Trenet sempre fez

Toquei um Baião

Você me deu um sermão

Tentei te ouvir

Como se fosse Gilberto

Queria me exibir

Sambei a céu aberto

 

Fiz uma melodia

Pra casar com Chico Buarque

Toquei Maria Bonita

Só pra ficar na saudade

Mas você nem ligou

Me ignorou com tanta beleza

Diz que está com outro

E esse vive de incertezas

 

E então como Brel

Agi com insensatez

Pedi com paixão

Assim como o francês

Não me aguentei e chorei

Como chora Bécaud

Voltei pra solidão

Viver de Carlos Drummond

  • Autor: Paivão (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 20 de Setembro de 2021 21:11
  • Comentário do autor sobre o poema: Uma loucura inspirada em um samba antigo.
  • Categoria: Amor
  • Visualizações:

Comentários1

  • CORASSIS

    E saiu um belo poema
    da fonte inspiradora de Vinicius , parabéns poeta.,abraço.

    • Vinicius Paiva

      Obrigado pelas palavras CORASSIS! Forte abraço!!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.