MariaLandim

... tempo...



Não...
Não mate o tempo
Jamais!!??!
Certamente
Um dia, ele, irá te cobrar:
_ Eu estava aí 
O tempo todo
Pra você,
"Só pra você"... 
Livremente,
Todo o tempo,
Me usar 

Não... 
Não desperdice o tempo
Ele é infinito e raro
Ele é gratuito
Mas...
Se bem entende...
Igualmente
Ele é muito, muito caro
No amanhã, bem próximo,
Há, ele, a indagar:
_ Que fizeste tu de mim??
Logo eu, que te dei tanto,
Tanto tempo e tanto
Amparo!!!??? 

Não...
Não use o tempo atoa...
Ele é mui, mui valioso
Deve ser sempre honrado
Não está, ele, à venda
Ele, a você, 
Graciosamente,
foi dado
Só não tendo sua valia
Ao ausente ou,
Ao que for...
Por deveras, descuidado!!!! 

_ Estou sempre aí latente
Visivelmente
Presente
_ Só aprendi andar pra frente
Me use sempre focado
Com garra, 
Motivação, 
força e muita fé 
_ Embora sempre engrenado
Não aprendi andar de ré 

Não...
_ Meu curso não tem subidas
_ Tampouco, oculto, descidas
Entretanto,
Tenho, eu,. muitas vertentes
Sou robusto e sou leve
Tenho muito conteúdo
Mas eu sou bem  
transparente
Me dê, qualquer, uma meta
À ocasião me encaixo
Sigo sempre em linha reta
Eu não sou ninho de guacho/...

Comentários9

  • Maria dorta

    Bravo. Trovas cheias de verdades!

  • MariaLandim

    Obrigada minha linda xará.
    Felicíssimo final de semana.

  • CORASSIS

    O tempo : amigo e pode ser vilão !
    usou neste poema além da beleza , maestria e sentimento .
    Parabéns , abraço poetisa .

    • MariaLandim

      Poeta Corassis...

      Estou honrada e feliz com seus
      dizeres sobre meu poema.

      Muitíssimo obga.

    • Barbara Guimaraes

      Maravilhoso! Tempo! Tempo! Tempo! Não brinque com ele... qdo a conta vem...

      • MariaLandim

        Poetisa bárbara Bárbara.

        E é vdd mesmo.
        Qdo a conta vem...
        Aí...aí...aí...aí... (hahas...)

        Obrigadíssimaaaa..

      • Hébron

        Muito bonito, Maria Landim!
        Abraço, poetisa

        • MariaLandim


          Grande Poeta Hébron.
          Fiquei muito honrada com sua
          Visita.

          Muitíssimo obga

        • SANTO VANDINHO

          Reflexivo poema ! "Tempo, quem tem? Só Ele o Tempo" paz e bem poetisa ! beijussssssss

        • MariaLandim

          Poeta Santo Vandinho....

          "Tempo"
          Como definir:
          É infinito.
          É complexo.
          É brevíssimo.
          É o futuro.
          É o passado.
          Tem seu princípio
          Tem seu meio...

          É o tempo...
          E é Reflexão,
          Sem ponto final.


          Muitíssimo obga. Bjus


        • Nelson de Medeiros

          Boa tarde poeta.

          10 pra este teu poema, tb...

          1 ab

        • MariaLandim

          Poeta... mestre poeta!!!

          Às vezes 10 tem preço de ouro (rs..)

          Obrigadíssima



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.