Ema Machado

Dias de inércia


Aviso de ausência de Ema Machado
NO


Dias de inércia

 

E lá se vai, mais um dia...

Foge de mim, de minha fraca energia

Busco forças, no brilho de estrelas notívagas

Quando, o sol é minha estrela e única saída...

Vida, que te quero minha!

Ainda, que tenhas dobrado esquinas

Tenho um curso para viagem, embora de passagem

Sei, dei tudo de melhor que eu tinha

Pouso, minha alma no amanhã incerto

O hoje, estacionou no tempo, tudo parece miragem

E o ontem comigo não mais caminha...

Temos sede... Que esperanças, saciem a espera

E a fé, sele nova aliança com o amor

Construamos, à terra da paz!

Seja ela, rainha que impere sobre a dor...

22/03/21

  • Autor: Ema Machado (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 24 de Março de 2021 22:09
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:

Comentários6

  • Helio Valim

    Olá, Ema. Belo poema/oração. Sentimento em forma de verso: "O hoje, estacionou no tempo, tudo parece miragem". Um abraço.

    • Ema Machado

      Obrigada por seu comentário, amigo! Vivemos dias de inércia... Abraços,

    • Leonardo Ribeiro

      Uaaaau, tipo UAAAAAAAU!!
      Parabéns, gostei!

      • Ema Machado

        Gratidão, menino. Bom tê-lo por aqui! Abraço,

      • Shmuel

        Seja ela, rainha que impere sobre a dor...
        Bela poesia, Ema Machado.
        Boa noite!

      • Vinicius Paiva

        Ema, parabéns!!! Belíssimo poema!
        Forte abraço.

        • Ema Machado

          Gratidão, menino poeta! Grande abraço,

        • Ernane Bernardo

          Belíssimo poema Ema Machado, proezas, aplausos. Bom dia, abraços poéticos.

          • Ema Machado

            Gratidão, Ernane! Abraços,

          • Maria dorta

            Poema comovente pelo amor inspirado. Chapéu!

            • Ema Machado

              Gratidão, Maria! Grande abraço,



            Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.