Mila Ariere

Dias a Fim

Alma livre, espírito leve,

Do topo do mundo resplandece a visão.

No horizonte o nascer e o pôr do sol,

dia após dia incessantemente nos espera.

 

Dias nublados, dias chuvosos, dias ensolarados.

Cada um com sua beleza discreta e intrigante.

Ah! Sem dúvidas a inspiração de poetas que ressignificam a solidão.

Comentários2

  • CORASSIS

    Cada dia tem seu objetivo
    e sua beleza,
    e a solidão é um cobertor desconfortável,
    bela reflexão, parabéns .
    Abraço.

  • Edvan Pereira

    Parabéns cara poetisa!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.