Hébron

Pensando em mim

 

 

PENSANDO EM MIM

(Hébron)

 

Sonhei que me esperava

À tarde, numa mesa de café

Em um lugar qualquer

Não sei bem onde estava

Sonhei que pensava em mim

Degustava o aroma da bebida

Embevecida em devaneios

Queria viver sem receios

Sonhei que era realidade

Entregava-se plenamente à vida

Seu pensamento era-me afim

Afinidade mútua em mesma sintonia

Sonhei que éramos versos de uma canção

Éramos estrofes de mesma poesia

Duas vidas, várias letras, uma inspiração

Amor em êxtase, prazer era o estribilho

Sonhei que tinha visto seu sorriso

E que por um instante era meu brilho

Mas de repente lhe via estrada de chão

Eu seguia o seu clarão, lumiava onde piso

Sonhei que me esperava

À tarde, numa mesa de café

Em um lugar qualquer

Sonhei que era realidade...

 

 

PENSANDO EM VOCE

(Edla Marinho)

 

Entrei pra tomar um café...

Enquanto esperava,
pensei em você!

O café chegou,
quente e com um aroma
agradável,
tomei um pouco,
pensando em você!

Olhando pela janela,
a chuva caía suavemente...

Enquanto contemplava,
pensei em você!

Acabei de tomar meu café,
levantei-me e sai,
e por um instante sorri
pois, mais uma vez,
me peguei pensando em você!

 

 
  • Autor: Hébron (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 17 de Janeiro de 2021 19:17
  • Comentário do autor sobre o poema: Poema inspirado como interação/resposta ao poema da amiga poetisa Edla Marinho chamado "Pensando em você".
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 43

Comentários4

  • Jose Fernando Pinto

    Simplesmente maravilhoso, parabéns Hébron e Edla!

    • Hébron

      Muito obrigado, José Fernando!
      Abraço

    • CORASSIS

      Neste café tem que ter
      também pão
      de queijo!
      rsrs
      Parabéns amigos

      • Hébron

        Obrigado, Corassis!
        O pão de queijo deve estar presente sempre! rs
        Abraço

      • lucita

        Esse café cheirou aqui...
        O queijo minas frescal eu posso patrocinar!
        Boa semana amigos Hébron e edla!

        • Hébron

          Obrigado, Lucita!
          O café será com mesa farta!
          Abraço

        • Claudia Casagrande

          Muito bacana!
          Lembrei dos meus tempos estudante, não sei se você já ouviu falar em correio elegante.
          Claro que neste caso a arte é em alto escalão. Ficou top demais.
          Parabéns para os dois!

          • Hébron

            Claudia, ainda que tardiamente, agradeço a leitura e o comentário tão gentil e generoso. Correio elegante era da minha época...
            Abraço, poetisa



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.