Bruno Garcia Santana

PAPAI NOEL DO AGRESTE

Papai Noel do Agreste,

tem muitas balas no pente,

montado em um jumento,

adestrado e imponente.

 

Vestido todo alinhado,

com um vermelho gibão,

chapéu de couro invocado,

e um belo cinturão.

 

Vem chegando em passo lento,

embalado num repente.

E carrega um matulão,

abarrotado de presentes.

 

 Tem bola, peteca e pipa,

boneca, biroquê e pião,

brinquedos de todos os tipos,

pras crianças do sertão.

  • Autor: Bruno Garcia Santana (Offline Offline)
  • Publicado: 27 de Novembro de 2020 11:17
  • Categoria: Infantil
  • Visualizações:


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.