Maximiliano Skol

UMA SAUDADE

Tu foste a aparição de uma saudade

Assim transfigurada em minha vida,

Mas desejo esquecer-te, na verdade,

E proteger minha alma assim sofrida.

 

Foste uma extemporânea realidade

Pra minha vida então desprevenida,

Que continuo a ter dificuldade 

No esforço de mantê-la, já esquecida.

 

Mas sou paradoxal no meu intento:

Se quero te esquecer no pensamento,

Outrossim, n' alma tenho uma alegria

 

Por emoções vividas e lembradas,

Que são no meu viver de hoje em dia

Festim,  por nossas vidas mal traçadas.

Tangará, 15/05/2020.

  • Autor: Maximiliano Skol (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 18 de Setembro de 2020 01:23
  • Categoria: Amor
  • Visualizações: 37

Comentários6

  • Henrique De Jesus

    Lindo, bastante reflexivo.

  • Shmuel

    "...E proteger minha alma assim sofrida."

    Belo poema!
    Parabens, Maximiliano Skol

  • Shmuel

    "...E proteger minha alma assim sofrida."

    Belo poema!
    Parabens, Maximiliano Skol

  • jailsonsmauricio

    Intenso. Como só o amor nos faz ser.

  • @(ND)

    lindooo, parabéns, pura reflexão do desencontro ao encontro...

  • Eras

    Muito bom, poeta. Bonito poema.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.