Hébron

Coração vago

 

Coração vago!
Sigo deserto...
Nada guardo!

 

Por aí divago a emoção
Afogo-me em lágrimas
E escrevo algo que alivia...
Traços de poesia!

 

Escorre-me sem graça
E ainda assim rio
Em percurso distante
Ao destino que se perde

 

Na imensidão de sal
Verte-se o instante
Ao encontro que abraça
Sem tempo, oceano

 

Afoga-se em lágrimas
Por aí onde divaga
A emoção que não se apaga
E nada guarda

 

No coração, ainda vago...
Escrevo algo que alivia
Traços de poesia...

 

Comentários4

  • ERALDO

    No coração e nosso cabo USB onde conectado ao cérebro o pensamento faz conexão ao conhecer por isso o mundo da espaço a esse coração vago.
    Hébron

    • Hébron

      Muito obrigado pelo gentil comentário, poeta amigo
      Abraço

    • Edla Marinho

      Bom dia, poeta.
      Ainda bem que, ao poeta, até o coração em lágrimas gera versos assim.
      Tenha um feliz domingo.
      Um abraço

      • Hébron

        Obrigado pela leitura, Marina!
        Seu comentário me alegra...
        Abraço

      • Cecilia

        Muito rico e bonito, Hébron!

        • Hébron

          Seu comentário me deixa feliz!

        • Kermerson Dias

          Poema de qualidade! Adorei, parabéns!



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.