Egard Yosefh

Salto



 

Suscito o  passado para te dizer no presente:

te aguardo no futuro eminente 

 

Construo pontes entre as eras.

Se eras,  pode ser ou vir a ser

Se  seu ser ainda me guarda,

aguarda meu ser se recriar em você.

 

 

Não lute! Aos poucos vou crescendo

Não ignore! Te vejo por dentro

Não tente! Se entregue ao sentimento

 

Deixe- me brotar em ti

Deixe-me como água preencher o espaço

Como fogo queimar os pedaços.

 

Não me extingas de ti

Não me estanques. Deixe-me fluir

Não mate a semente...

Seja condescendente…

 

Estou me recriando...

Minha força é o passado...

lembranças ao seu lado.

Desfazer o presente

E te esperar no

e foram felizes para sempre”...

 

 

Comentários2

  • Egard Yosefh

  • Cecilia

    Edgard, maravilhoso poema. Excelente construção, ótimo uso de palavras homofônicas ou quase, magistral as colocaçoes com presente, passado e futuro. Bravo!!!

    • Egard Yosefh

      Cecília, como sua análise me inspira a escrever mais. Obrigado.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.