Taís Andrade

Ela

Ela acordou

Decidida a mudar

E não ter mais incertezas

Queria brilhar

Ela olhou para o espelho

Deslumbrante da mulher que é

Sabia que não aceitaria

Amores rasos de algum qualquer

Ela tomou seu café

Saiu pra passear sem rumo

Agora era dona

De seu próprio mundo

Ela está neste momento

Lendo este singelo poema

Olhando o que deixou para trás

Admirando a evolução, e o quanto

valeu a pena.

Sim! Essa mulher incrível é você!

                                                   Tais Andrade.

  • Autor: Taís Andrade (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 27 de Junho de 2020 13:05
  • Categoria: Amor
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema:
  • Fração de Tempo.

Comentários6

  • Ernane Bernardo

    Parabéns lindo poema poetisa Taís, seja bem vinda a comunidade!

    • Taís Andrade

      Muito obrigada Ernane, grata!!!

    • Fração de Tempo

      Belo, de tão simples e direto!
      Já está na minha lista de favoritos!! 🙂

      • Taís Andrade

        Nossa, muito obrigada mesmo, 😉 é gratificante ler comentários assim.

        • Fração de Tempo

          Mérito todo seu!
          Aprecio poemas assim, contundentes!!
          Sincero abraço

        • 1 comentário mais

        • Nelson de Medeiros

          Belo mini-conto, poeta.
          Parabens

          1 ab

          • Taís Andrade

            Muito obrigada Nelson!
            Abraço.

          • Marcos Galvão

            Tudo vale muito a pena quando fazemos no máximo de emoção, dedicação e ser mulher já é um dom incrivel! Parabéns.

            • Taís Andrade

              Com certeza Marcos, quando nos dedicamos verdadeiramente a algo é gratificante. Obrigada!!!

            • O Sonhador mor

              Belo poema, parabéns a você que por certo, é essa mulher também.

              • Taís Andrade

                Muito Obrigada Cláudio!! Grata 🙂

              • Helio Valim

                Parabéns Tais! Belo poema. Sem meias-palavras! Um abraço.

                • Taís Andrade

                  Helio, obrigada mesmo!! Abraço!



                Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.