SANTO VANDINHO

"AMOR X NATAL" ( Vamos nessa Poetas e Poetisas, Poetar sobre o Amor e o Natal ) Paz e Bem !


"O Amor tem sentido Infinito !
Mas, o que mais...
Se combina, com o Amor é...
(Si Cuidar e Cuidar) !
Pois, isso sim...
É o Verdadeiro Amar"
-------------------
"FELIZ NATAL E BOM ANO NOVO"
PAZ E BEM


Nenhum natal é igual,
Há aquele que é bom,
E há aquele que é mal.
Mas devemos nos esforçar,
E no Natal,
Com muito amor, festejar.
Pois nesta data, o Cristo nasceu.
E por nós, por amor Ele morreu!


Foi reinando o amor
E escolheu manjedoura
Por trono o calvário
E a espinhosa coroa
Embora adversário
Do mundo tudo sofra
Pelo mesmo mundo
É o que o amor vida doa! ...


Pois, reinando o amor
Nascido em manjedora
Seu trono o Calvário
E a espinhosa Coroa
Embora adversário
Da morte tudo sofra
Pela morte mesma
É o que o Amor vida doa...
Poeta Lohan Poulain


É Natal! É tempo de conversão!
É o amor de Jesus
Querendo reinar em teu coração!
Cristo é paz, Cristo é Luz
Ao céu, Ele nós conduz!
Façamos penitência
Confessarmos os nossos pecados
É tempo de vida nova
O que não é bom
Deixe no passado!


Que bom que é o Natal
Q’p’ra’lguns é c/ desengano
Toda a gente esquece o mal
E também qu’Ele é todo o ano
Já nasceu O DEUS MENINO
Que dia maravilhoso
Visto meu fato pomposo
E sinto-me pequenino
A mim próprio eu ensino
A esquecer todo o mal
Ponho no fel algum sal
Hoje eu esqueço os lamentos
E grito aos sete ventos
Que bom que é o Natal
Qualquer alma em sofrimento
Tem tendência a ser feliz
Cria aí uma directriz
Para enxotar seu lamento
Eu sou feliz cem por cento
Não só nest’dia do ano
Tenho espírito cigano
Meu coração peregrino
Vivo este dia divino
Q’p’ra’lguns é c/ desengano
Eu gosto de fazer bem
Ao jovem e ao velhinho
Que encontro no meu caminho
E que procuro também
Algo bom minh’alma tem
Que esquece o temporal
Vou à montanha e ao vale
Não só neste belo dia
Que em dogma e Eucaristia
Toda a gente esquece o mal
Ouçam meus santos amigos
Amem e perdoem o Irmão
Pois todos família são
Tanto novos como antigos
Abram portas e postigos
Não deitem pão pelo cano
Evitem esse acto profano
Que A Caridade é Glória
Fixem-no em vossa memória
E também qu’Ele é todo o ano


Natal...
O tempo de magia
Vamos pintar com muito amor
A preencher com alegria
Que a paz seja a nossa cor.
Glória Aplugi


Eu desejo nesse Natal
O cessar da violência
O extermínio da indiferença
Das guerras, do comunismo
Que tanto vem oprimindo
Dilacerando corações
Provocando miséria
Discórdias pelo mundo
Que todas as nações
Unidas ao Único Deus
Rei dos céus e da terra
Se abram ao amor
Obedeçam às leis do Senhor
E não às leis humanas


Que as poesia transformem seus dias...
E que venham sorrisos de alegrias...
Que o Natal seja todo dia
E que o mistério da vida
Seja o sentir do amor hoje e não a ida
E quando formos nesta ida sejamos pela vida agradecida
Sabendo que um dia a profecia foi por amor cumprida.
(por NeivaDirceu - @ND)


Que o Natal seja fonte de esperança para consciência da humanidade, e os corações resplandeça luz para acender as vidas no planeta terra.


Natal, Natal das crianças 
Natal do Menino Jesus 
Cristo é a Nova Aliança 
Da mangedoura à cruz
Nascido da virgem Maria
Verbo de Deus encarnado
Antes do mundo, existia
Cordeiro Pascal preparado
-Tu perguntas se é festa
De tristeza, talvez alegria?!
Há outra igual como esta
Onde Deus é a companhia?
Precisa ter mais coração 
Precisa ter mais sentimento
Não pode haver salvação 
Sem ter novo nascimento!
(Elfrans Silva)



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.