Vilmar Pereira

Peremptoriamente

Sob o céu bem exposto do lado de cá,                                                            construo uma nova e indestrutível ponte                                                        para um dia poder chegar do lado de lá...;                                                          com as quimeras silentes que sonho                                                      olhando o acinzentado do horizonte  com o meu olhar mais brilhante e risonho.                                                  Enquanto penso no esplêndido paraíso                                                    que no futuro vou plantar flores e poesia,                                                    pelo caminho concreto e impreciso  que ando despercebido na rasa vazante,                                                  apegado certamente `a sutil ideologia                                                  que busca a energia boa do que está distante...                                      Para, na minha existência breve e fugaz,                                                      não ficar dentro do meu quarto cômodo                                                    e peremptoriamente fazer tudo que sou capaz                                                sem inércia e nenhum grande incômodo...                                            Porque vejo postado entre a estúpida beleza                                   uma sombra da feiúra que preciso combater                                                para me prevenir do rodeio da tristeza                                                    que não deixa a vida vigorosamente florescer...                                                                 

                                                           

Comentários4

  • Flores e Poesia

    Linda poesia, poeta Vilmar! Que nessa primavera muitas flores de esperança floresçam! Abraços, caríssimo amigo.

  • Vilmar Pereira

    Muito obrigado. Que assim seja... Primavera, chuva, flores, esperança, paz e amor floresçam na natureza e em nossos corações! Abraços, caríssima amiga!

  • (Neiva Dirceu)

    Percebo um breve desabafo Poeta, mas sutilmente revelando uma busca , a felicidade, a eternidade.. que ultrapasse essa ponte e plante flores, poesia e muito amor por onde pisares e que as instâncias do paraíso seja vista ainda aqui, pois a eternidade começa neste tempo presente , só precisamos enxergar com os olhos do alto, e com o auxilio do céu, o sagrado está neste paraíso terreno , avante ... Floresça, desperte , O teu projeto de vida está nas mão do PAI... Abraços! Boa tarde! Amei ler-te!

    • Vilmar Pereira

      Concordo com o seu belo comentário. Talvez seja um definitivo passo em busca da felicidade e da plenitude na vida terrena com a congruência do campo espiritual. E com o intuito de nessa existência efêmera tentar viver o melhor possível, apegado ao céu e Deus. E não esquecendo dos meus sonhos e ideais... Abraços querida Neiva Dirceu e tenha uma boa noite!

    • LEIDE FREITAS

      Parece que teremos que construir o nosso próprio paraíso com pontes, versos, flores e canções. Belo poema!

      Boa noite, poeta Vilmar Pereira!

      • Vilmar Pereira

        Por enquanto, pelo menos com a imaginação vamos criando esses devaneios que terminam em versos... Um abraço e tenha um bom dia poetisa Leide Freitas!



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.