José Altofe Queirolo

Cerração

Cerração

 

Manhã gris em branco véu,

libertes o sol que escondes,

presenteias-me com o azul do céu

 

Deixe-o entregar sua luz cintilante

que clareia as matas e os montes

e que alegra meu caminhar viajante.

 

Nessa jornada corrida

ainda consigo apreciar

toda beleza da vida

no caminho, e em todo lugar.

 

Quero minha estrada seguir

até conhecer o mar

quando deixarei de fugir

para o amor eu encontrar.

Comentários3

  • CORASSIS

    Belo poema amigo !
    Parabéns , abraço .

  • Elfrans Silva

    Singelas estrofes, poeta Queirolo, de profunda esperança Tua persistência te premiará com o grande amor. Abraços fraternos amigão. Paz e bem

  • DAN GUSTAVO

    É mesmo um lindo espetáculo da natureza(entre tantos)...! Tais brumas também podem ocultar mistérios, trazer algumas fantasias; e todo uma poesia vir à tona ao se desvelar! Muito bom, José! Um bom sábado!

    • José Altofe Queirolo

      Obrigado caro poeta por sua leitura e por seu comentário enriquecedor. Abs.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.