Maria dorta

Divergentes

Nossas diferenças uniram_ nos,

tão dispares mas,algo nos atraiu

Positivo com negativo produziu

imensa,luminosa energia.

 

Iguais mas tão dispares formamos um par,

procurando a' iluminação chegar.

Tentando os dois mesmos caminhos partilhar.

Dois pirilampos usando o escuro para se acender.

 

Os egos gigantes nos afastaram.

Às vezes,magoada,eu fugia.

Quando velhos teríamos harmonia?

 

As dúvidas nosso amor naufragaram.

Tu pedias,eu voltava. Que magia!

Só a Morte findou nossa fantasia.

Maria Dorta 30_05_2022

 

  • Autor: Maria dorta (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 30 de Maio de 2022 02:34
  • Comentário do autor sobre o poema: Insônia às vezes inspira na noite chuvosa.
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 37

Comentários7

  • Edla Marinho

    Às vezes os díspares dão certo, contrariando tudo é todos... Noutras realmente as coisas não acontecem, né? As dúvidas prendem...
    Belo poema, com certeza mérito de sua competência com a ajuda da amiga insônia, querida Dorta!
    Feliz noite!

    • Maria dorta

      Gratidão pela tua arguta observação e pela tua leitura. Abç

    • Jakeline Isabel

      Um poema muito bonito e com final inesperado. Insônia e noites chuvas são mesmo inspiradoras.

    • Maria dorta

      Gratidão por tua leitura e arguta observação. Abç

    • Jéssica A.

      Belo poema!

    • Maria dorta

      Gratidão pela leitura.

    • Victor Severo

      Sempre belos teus poemas.

    • Maria dorta

      Gratidão Severo. Você me comove!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.