Bruh Poesias e Luz

Ausente


Minha mente vagueia entre sonho e realidade
De corpo estou presente mas ausente na alma
A vida real ás vezes dói demais e os sonhos em sua ilusão trazem calma
Se o que vivi foi um sonho eu não sei
Mas o presente não foi nem um terço do que imaginei
Se pudesse me ausentar do agora e voltar atrás
Não mudaria nada, apenas viveria uma vez mais...
Presente aqui estou, pensando em tudo que já passou
Ausente, com a alma e o coração dormente
Por um passado que me envenenou como uma serpente...



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.