Viglio Schneider

Amores virtuais

Do virtual te downloudo,
Pixel por póros,
Megas por mechas
Do teu cabelo,
Wireless por fios.

Instalo meu abraço,
Conecto minha boca,
Teclo teu corpo,
Tecla, por toque.
Digito-me em ti.

Maximizamos escolhas,
Minimizamos distancias.
Fechamos o olhar,
Visualizando, apenas nós.
Um print, histórico, 
Marcado em mim.

Descompactamos nossas roupas,
Navegamos por um mar de toques,
Em cada site do nosso corpo
Atualizamos um ao outro,
Sem senhas, nem pins.

No GPS muitos caminhos,
Eu quero o mais longo
Para navegarmos neste sentir,
Essa Rota tão bela
Que Iniciamos aquí.

Gravamos um vídeo,
Autoexplicativo.
Em nossa memória
Um novo arquivo,
"Nósexistimos.avi".

  • Autor: Viglio Schneider (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 12 de Janeiro de 2022 14:05
  • Categoria: Erótico
  • Visualizações:

Comentários3

  • Maria dorta

    Bela e criativa poesia,em toda magia cibernetica. Parabéns! Aplausos.

  • Cebol@zeda

    Incrível!!! Que criatividade! Adorei o jogo de palavras!

  • Anny

    Uma poesia boa de se ler, muito bem articulada. Parabéns! Feliz noite, muita inspiração!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.