Cecilia Merces Vaz Leandro

Mosaicos

Do tempo frio e seco
olhos vidrados,
boca trincada
nos pés, fragmentos...

Fragmentos colados,
formando mosaicos,
Imagens de vida e sorte, 
imagens de tristeza e morte...

Ladrilhos montados,
destino traçado(?)
Reflexo em olhos vidrados!

Mosaicos alterados
por pés fragmentados,
sedentos de novos passos!

Da secura do tempo,
novos fragmentos.
Da trinca da boca,
outros sentimentos.
Do piscar d'olhos,
mais um mosaico, 
outro ladrilhamento...

04/07/2021

Comentários4

  • Edla Marinho

    No tarde, Cecília.
    Parabéns, foi muito merecido, o poema é interessantíssimo,, muito bem feito e nos leva a refletir.
    Feliz sábado, meu abraço!

  • Shmuel

    Parabéns, Cecília Merces Vaz Leandro! Um feito que nos orgulha também! O poema é muito bom, faz jus ao reconhecimento.
    Boa tarde!

  • Nelson de Medeiros

    Boa noite poeta.
    Sumiste, mas voltataste com gala...

    1 ab

    • Cecilia Merces Vaz Leandro

      Sumi mesmo, né? Os dias correndo, sem tempo nem para a poesia! Mas estou de volta e muito entusiasmada!!! Grande abraço!

    • Barbara Guimaraes

      Belíssimo poema! Parabéns belos mosaicos.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.