Vinicius Paiva

Soneto da Paixão de um Boêmio

De todas as loucuras que queria viver

Toda solidão que queria desfrutar

Acabou se esvaindo com meu ser

E do vazio uma linda fantasia a aflorar

 

Encontrei uma luz, ainda pouco moldada

Uma pessoa linda, feliz e encantada

Com um dom, uma doçura animada

Que me faz querê-la assim, do nada

 

Existe algo entre seu olhar profundo

E seu sorriso cativante e meigo

Que eu quero, e vou, conseguir decifrar

 

Existe algo entre sua voz e minha poesia

Algo lindamente uníssono e abstrato

Me faz ter vontade de viver e sonhar

 



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.