Geralda Maria Pinheiro Figueiredo Pithon

Transmutação & Renascimento

Transmutação&Renascimento

Uma nova era se aproxima da sua vida
Momento de fluidez e conexão com os seus sonhos
Começando com a sua vivência espiritual
Que é a busca por uma melhoria dentro desse contexto universal
Onde buscamos nosso auto conhecomento
E nos sentimos mais leve em todos os sentidos da vida
Dai vem o mundo material, onde estamos sempre correndo em busca de ter, e nos esquecemos de ser
Vida corrida, sem tempo até para nós  mesmos, Onde deixamos de lado os nossos corações sinceros e as boas resenhas do cotidiano Porque os segundos são destinados aos anseios materiais 
E o nosso bem estar pessoal, onde deixamos? esquecemos no baú, para que as traças comam, e nem mesmo possamos fazer nada
E como anda nossa vida afetiva?
De certo, estática ,sem cor, nem brilho
Desconectada de nós  mesmos
Sem dar, nem receber Imune dos desejos, das paixões, das fantasias eróticas, que rejuvenesce a alma e faz reviver
O Curso do Destino é um mistério mesmo quando desvelado
É como o amor que se sente, nunca sabemos plenamente o que lhe deu origem
Fazer o próprio destino é estar consciente de seu próprio mistério 

Meu lado Poético ??
Geralda Figueiredo??

Comentários5

  • Shmuel

    Sim, Geralda Figueiredo, precisamos nos renovar.
    Abraços a poeta e amiga colibri.

  • Edla Marinho

    Boa noite, amiga Geralda.
    Concordo plenamente, precisamos renascer, abandonar a roupagem velha, com certeza.
    Importantes versos pra reflexão.

    "Fazer o próprio destino é estar consciente de seu próprio mistério"
    Muito bom!!!

    Tenha uma linda noite de paz e um lindo despertar, meu abraço!

  • CORASSIS

    Parabéns Geralda !
    O ser humano precisa se encontrar consigo mesmo e com Deus.

  • Barbara Guimaraes

    Muito bom amiga Geralda!
    A vida pede renovação sempre!

  • Maria dorta

    Fazer uma resenha do que somos,em que cremos, nossos sonhos e desejos...tudo cabe nesse poema ,com tintas de auto_ avaliacao. Bravos,poetisa. Chapéu!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.