Vinicius Paiva

A Moça de Outro Planeta

Já tive amores estranhos

Amores sem alma

Amores sem nada

Amores balada

 

Já tive amores melosos

Amores incríveis

Amores sensíveis

Amores cabíveis

 

Já tive amores loucos

Amores doídos

Amores sentidos

Amores mesquinhos

 

Mas nunca amei ninguém como você

Você que está tão longe

Mas nunca deixou de estar perto

 

Nunca me senti tão próximo de alguém como você

Você que me dá bom dia cedo

E boa noite tarde

 

Você faz parte da minha vontade de acordar

E poder te ligar e te ouvir

Mas também faz parte do meu dormir

Do meu sonho, me faz querer te amar

 

Você ainda vai ser minha

Não há distância, nem barreira,

Para minha poesia

  • Autor: Paivão (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 31 de Agosto de 2021 19:29
  • Comentário do autor sobre o poema: Um amor distante, tão lindo, mas que se foi como todos os outros que já tive.
  • Categoria: Amor
  • Visualizações:

Comentários1

  • Nelson de Medeiros

    Boa noite poeta.
    Muito, mas muito boa mesmo a tua poesia.
    1 ab

    • Vinicius Paiva

      Muito obrigado, Nelson! Saravá!!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.