Ema Machado

Faz de conta...


Aviso de ausência de Ema Machado
NO


 

 

Só por hoje, não vou adormecer

Vou me deixar sonhar de olhos abertos

A sentir eflúvios da noite, sem hora de te esquecer

Só por hoje, não quero ser sozinha

Tua lembrança me acompanha, sei que estás perto

Busco uma melodia, sua e minha

Deixo fluir do peito aberto...

O aroma do amor, que sempre nos acompanhou

Quanta poesia há, em tua lembrança...

Nas palavras suaves, no carinho com que sempre nos cuidou

O abraço sempre foi ponte, em nossos momentos de dor...

E o deleite... dos nossos momentos de amor

Só por hoje, deixe que eu te sinta

Anseio por tua voz, a sussurrar o seu amor

Não vou adormecer, como antes,

Deixe que eu apenas abrace o hoje, minta!

Deixe-me pensar que para mim, você voltou...

 

  • Autor: Ema Machado (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 11 de Junho de 2021 22:14
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema:
  • PB Almeida.

Comentários3

  • missanthropocene

    que sensibilidade, que delicadeza..simplesmente maravilhoso, parabéns

    • Ema Machado

      Obrigada, querida! Bem-vinda! Grande abraço,

    • PB Almeida

      Muito lindo!

      • Ema Machado

        Obrigada, querida! Abraços,

      • CORASSIS

        Teu poema é belíssimo, lembrou Renato Russo.
        abraço poetisa .

        • Ema Machado

          Gratidão, amigo querido! Abraços,



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.