Shmuel

Ausência 4.0

Ausência de vento, calor,
Presença de ódio, escassez de amor,
Lembranças causam um vazio,
Trago no peito um coração  baldio.

Vejo tios na varanda, e já bate uma tristeza,
Uma vontade de chorar,
Eu que sempre fui indiferente,
Moço gaio, insolente, 
cheio de milongas pra contar
Mas a saudade inclemente,
Resolveu me afrontar.

Eu que ignorava sua presença,
Não brinco mais de gostar,
Minhas mágoas, água densa,
Aprendi as duras penas,
Conviver com esta falta,
sigo soletrando sua  au-sen-cia,
Enquanto a solidão me exalta.

  • Autor: Shmuel (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 8 de Maio de 2021 11:37
  • Comentário do autor sobre o poema: Parte de um mesclado iniciado por Edla Marinho. Ausência, falta, solidão, tristezas; um coquetel árduo, de sofrido degustar.
  • Categoria: Triste
  • Visualizações: 39
  • Usuários favoritos deste poema: Ana Fonseca, Ernane Bernardo.

Comentários9

  • nYunn

    "Ausência de vento, calor
    Presença de ódio, escassez de amor"
    Lindo poema!!
    Parabéns!

    • Shmuel

      Oh, gratidão a ti poeta! Fico feliz mesmo.
      Abraços.

    • Maximiliano Skol

      Verdade, prezado Shimuel: “ um coquetel árduo de sofrido degustar”.
      Um abração,
      Especial fim de semana.

      • Shmuel

        Sim mestre, mas em doses homeopáticas vamos tentando desgustar.
        Abraços ao grande poeta,

      • Hébron

        Belo poema, estimado Shimul!
        Abraço

        • Shmuel

          Meu grande poeta! Estou entre os melhores, fico só observando e aprendendo. Vou chegar lá.

          Abraços!

        • Maria dorta

          Um coquetel de emoções, dele bebendo qualquer pessoa mostra a alma em ebulição e grande afetiva carência. É o poeta dá a cadencia.Aplauso!

          • Shmuel

            Grande Dorta, obrigado minha linda.
            Abraços!

          • Geralda Maria Pinheiro Figueiredo Pithon

            Belo poema Shmuel....lembranças causam vazio realmente, eeentristece.....muito tocante.

            • Shmuel

              Obrigado, cara poeta! Ao escrever sobre ausência, sempre aparecem outras palavras similares, e isto deixa o texto denso.
              Boa noite!

              • Geralda Maria Pinheiro Figueiredo Pithon

                Obrigado, amigo poeta, por sempre me incentivar.

              • Ana Fonseca

                Poema belíssimo, e cheio de verdade! Parabéns Shumel!

                • Shmuel

                  Ah! Adorei que comentou, poeta Ana Fonseca.
                  OBRIGADO.

                  • Shmuel

                    Assim fico vaidoso! Ter um poema favoritado por você.
                    GRATIDÃO!

                  • Ernane Bernardo

                    Belo poema poeta Shimul, recorte:
                    "Ausência de vento, calor
                    Presença de ódio, escassez de amor
                    Lembranças causam um vazio
                    Trago no peito um coração baldio..."

                    Forte abraço.

                    • Shmuel

                      Você é o cara, Ernane Bernardo!
                      Abraços

                    • Ernane Bernardo

                      Bom dia poeta colibri Shmuel, vale a pena ver de novo, grato pela partilha, e por fazer a leitura desse belo poema, a favorito, abraço poético.

                    • Shmuel

                      Que bacana, viu! Adorei a tua declamacão.
                      Abraços!



                    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.