Nilivek

Ainda me sobra eu


Aviso de ausência de Nilivek
NO

Sentada ao lado do muro,

Ao ver do mundo, olhando tudo

O céu me recobre, o sol me envolve.

Tenho apenas eu, não mais

Enquanto eu ver beleza nisso, terei paz.

Ao cair das folhas, lembro do destino

Estamos fadados a se perder um pouco

Talvez eu até me torne um louco

Sem caminho e sem volta

Mais ainda restará aquela árvore torta.

eu.

Comentários4

  • annyanny

    isso está perfeito !!

    • Nilivek

      Gentileza sua 🙂

    • Helena Rodrigues

      Conseguiu transmitir na perfeição, sentimentos profundos felicitações
      Aplausos
      Abraço Poético

      • Nilivek

        Fico grata pelo seu comentário!!
        Abraços a você também querida 🙂

      • Ricardo Magro

        uau está muito bom, gostei imenso, continue o bom trabalho!

        • Nilivek

          Obrigada Ricardo!!!
          Boa escrita pra você também!

        • O Sonhador mor

          Parabéns! lindo poema verdadeiro e reflexivo.

          • Nilivek

            Agradeço pelo comentário, querido Sonhador!!!



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.