Ernane Bernardo

Mulheres São Flores...

Mulheres São Flores...

/Ernane Bernardo/

 

 

Mulheres são flores... 

São pétalas de todas as cores 

Mulheres são fragrâncias… 

São aromas e também essências

Mulheres são jardins…  

São inebriantes belezas naturais!

 

Mulheres flores! São adjetivos… 

És o próprio jardim, intuitivas 

Onde elas tocam, tudo viram flores 

Até os botões bailam a desabrochar 

Euforia das meninas flores 

Logo querem a vida abraçar 

Transmuta menina flor 

Suas pétalas aveludadas 

Tornando-se adultas revigoradas!

 

Mulheres flores! 

Favorece o suco do néctar 

Inebriante apaixonado fica o beija-flor 

Deixando abertas as paixões 

Desabrochadas recebe o beijo, 

Beijo de todos seus amores!

Comentários4

  • Maria dorta

    Inspiração em alta e ela se derrama em nós, em gênero,número e beleza se igual.chapeu!

    • Ernane Bernardo

      A poesia é tão graciosa, que não precisamos esperar para um único dia para celebrar, todo dia é dia internacional da mulher, gratidão por comentar, um forte abraço.

    • Shmuel

      Um poema terno e sublime. Exaltando as mulheres, comparando-as com as flores. Encantador seu poema.
      Abraços.

      • Ernane Bernardo

        Gratidão poeta Slimul, por comentar e pelo elogio, abraços, amigo coibri.

      • CORASSIS

        Nem Romeu foi tão romântico com sua Julieta!
        empolgante, parabéns ,favorito
        Abraço amigo .

        • Ernane Bernardo

          Nossa, amigo poeta Corassis que honra, muito feliz pelo comentário, um forte abraço.

        • Helena Rodrigues

          Lindo, sublime e singelo...
          As flores que tanto nos encantam, com suas cores, beleza e fragrâncias, todas diferentes, mas todas bonitas ...
          Assim como as mulheres, bela combinação...
          Abraço

          • Ernane Bernardo

            Deus deu a Adão um mundo repleto de natureza viva, e acrescentou algo tão encantador como as flores deu Eva cheia de amor. Gratidão por seucomentário poetisa Helena Rodrigues



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.