Maximiliano Skol

MEU SONETO



A ideia é uma coisa... E o pensamento 

Esvai-se por si mesmo em desvario

Quando não lhe confronta algum alento

Que lhe retire a vez de ser sombrio.

 

 E na chance de a ideia em ter intento

De ser utilizada no seu brio

Pensar é necessário: ele é o fermento 

Que dá pra ‘coisa-ideia’ o poderio.

 

Meu soneto é ideia qual mês de maio

Quando em tudo é ameno e de  alma alheia,

Ele é puro e de fé, não contorneia,

 

É ideia sem metáfora e ensaio:

Ele tenta dar paz ao que é ferido

E consolo ao que chora amor perdido.

Tangará, 17/02/2021

Comentários5

  • Maiza Chagas

    Bela Homenagem para este dia.
    Aínda hoje conversava com uma amiga a respeito dessa cantora de voz tão suave.
    Não conhecia essa canção na voz dela. Ficou perfeita assim como perfeito o seu poema.

    • Maximiliano Skol

      Olá, Maiza, muito prazer em conhecê-la com a sua visita, assim você ouviu a Joanna e uma das últimas composições do Lupicínio Rodrigues.
      Vejo-a muito querida na comunidade. Seu sobrenome tem algo a ver com o médico Carlos Chagas?
      Um abraço.

    • Maiza Chagas

      O prazer é todo meu em conhecê-lo e visitar sua página. Deixa te falar de antemão que não tenho esse dom como vcs aqui da comunidade. Eu não sei fazer poesias, apenas amo uma boa leitura e sou fã de crônicas, poemas e poesias, gosto de um bom conto e quero muito aprender fazer um. Pois eu tenho uma história que eu vivi e gostaria de fazer um conto dela, mas preciso aprender. Eu tento escrever alguma coisa, mas tenho dificuldades de colocar no papel e tudo que escrevo sai em formato de cartas. rs. Então estou aprendendo com vcs.

    • Maiza Chagas

      Não tenho nenhum grau de parentesco com o médico, sanitarista, infectologista, pesquisador e cientista Carlos Chagas, mas acredite conhecendo a história dele, bem que gostaria de ter... Porque o camarada fez história e deixou um grande legado que jamais vai ser esquecido no ramo da medicina. Mas cá pra nós eu tenho um pezinho na área da saúde... Não sou enfermeira, mas sempre estou trabalhando e cuidando de pessoas. Obrigada por compartilhar seus poemas pra nós. Vc é muito inteligente e escreve muito bem.

      • Maximiliano Skol

        Vou lhe dar uma dica: imagine uma história qualquer, sem se apegar à sua experiência vivida, então no desenrolar do seu texto encaixe aquilo que lhe pertence. Mas tem de começar a escrever: só se consegue andar um quilômetro se der o primeiro passo.
        Há no Google muita matéria sobre iniciantes.
        Muits fé e boa sorte.

        • Maiza Chagas

          Obrigada. Agradeço a acolhida
          Mas estou deixando a comunidade.
          Não consigo acompanhar. Realmente vi que
          Não tenha capacidade pra compor poemas. Eu tento mas não consigo. Acho que sou esquisita mesmo. Pra não dizer burrinha mesmo.

        • Maiza Chagas

          Obrigada pela dica. Ontem e comecei a pesquisar no Google. Assim que eu conseguir vou compartilhar aqui. Obrigada pela atenção.

        • Claudia Casagrande

          No mês de maio, da ideia, da poesia... eu nasci. Talvez tenha vindo daí a ousadia de escrever algumas linhas.
          Já o pensamento não me abandona em um único momento. Às vezes queria desligar esse botão, mas não sei se é o mês de maio que não oferece essa opção.
          Gostei demais!
          obrigada



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.