Aurora

Jose Fernando Pinto

Hoje mais uma vez

perguntaram por que eu gosto tanto de poesia,

sem ter resposta pronta

eu disse que é uma espécie de fantasia,

porque eu imagino um mundo diferente

cheio de gente numa mesma sintonia,

e ao invés da moeda corrente,

nós acumularíamos melodia,

para ir de um lugar ao outro

eu voaria,

para enfeitar o deserto

muitas flores eu plantaria,

o meu interlocutor

disse que é utopia,

então pedi a ele um favor,

se acha que é loucura, sorria,

ele ficou meio sem jeito,

sorriu e foi embora,

eu abri as minhas asas

e fui apreciar a aurora!

 

Jose Fernando Pinto

  • Autor: Jose Fernando Pinto (Offline Offline)
  • Publicado: 25 de dezembro de 2020 19:56
  • Categoria: Amor
  • Visualizações: 17

Comentários6

  • Ema Machado

    Poesia, é o que move o poeta. Um olhar diferente, um sentir apurado. A beleza que se exibe ... Parabéns, poeta!

  • Jose Fernando Pinto

    Gratidão querida Ema, grande abraço!

  • Hébron

    Um poeta lúcido não seria completo... Um poeta lúdico é mais repleto... Uma fantasia não se realiza sem dose de loucura... A poesia pode ser cura, pode ser pura... Acredite, a realidade do verdadeiro poeta não tem limite!
    Avante, poesista!
    Abraço

    • Jose Fernando Pinto

      Gratidão amigo Hébron, realmente não existem limites para a poesia, a música, arte e fantasia! Vamos movimentar o mundo, levar a poesia aos corações, não há quem resista ao movimento poesista! Grande abraço!

    • Edla Marinho

      Não há respostas prontas para a poesia e porque a fazemos... Só há um grito da alma que não consegue se calar, explodindo em versos ou prosas a ecoar mundo afora!

      Poeta José Fernando, grata por partilhar seus lindos escritos poéticos!
      Como diria a amiga Neiva, onde é que se aplaude 1000 vezes?
      Meu abraço!

      • Jose Fernando Pinto

        Gratidão a você querida Edla! Vamos gritar poesias até que o mundo inteiro nos ouça, vamos levar ao mundo a nossa poesia! Grande abraço!

      • lucita

        Somos capazes de assumir várias formas, inclusive de seres alados quando fazemos arte...
        Seu poema confirma isto!

        • Jose Fernando Pinto

          Querida Lucita, em se tratando de poesias, somos todos passarinhos, rsrs! Grande abraço!

        • Ernane Bernardo

          Belíssimo, palmas para o belo, Boa noite forte abraço



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.